Comprar um imóvel usado vale a pena?

Adquirir a casa própria é o sonho de grande parte das pessoas. Afinal, exige anos de planejamento e sacrifícios, sendo uma das maiores conquistas a ser realizada. Normalmente, o valor dos imóveis novos tende a ser maior, fazendo com que o imóvel usado seja o mais procurado.

Entretanto, existe um certo receio sobre esse tipo de propriedade, gerando desconfiança. Mas, nesse conteúdo, provaremos ser possível comprar um ótimo imóvel que já tem um tempo de vida. Confira as nossas dicas e precauções:

Esse tipo de propriedade compensa?

Imóvel é algo que dura por muitos anos, quando bem preservado e devidamente cuidado. Portanto, é um bem que perdura e, por esse motivo, nas grandes cidades o imóvel usado é o perfil com maior disponibilidade.

Segundo o Sindicato de Habitação, para cada casa ou apartamento novo negociado, sete usados são vendidos. As principais vantagens deles são:

  • Maior oferta no mercado para imóveis usados;
  • Baixo custo com construção, exceto pequenas reformas pontuais ou de melhoria;
  • Pronto para morar, o que agiliza o sonho da casa própria;
  • Valores mais atrativos e com alto poder de negociação.

Entretanto a a segurança morreu de velhice, o que torna necessário ter alguns pontos de atenção sobre a compra de um imóvel com uma certa rodagem:

Dicas para a compra de um imóvel usado

A realização do sonho da compra do seu próprio espaço, exigiu anos de planejamento e muitos esforços. Portanto, apesar do anseio em realizar o quanto antes, separamos algumas dicas infalíveis para que esse seja um momento especial e com muita segurança:

1 – Observe a condição e peça avaliação técnica

Um dos principais pontos de atenção na hora de escolher a casa ou apartamento, é se atentar a condição do imóvel. E por estado, não deve-se observar apenas a estrutura visível.

Aquela regra do “não julgue o livro pela capa” deve ser prioridade aqui. Por vezes, reformas são feitas e resolvem problemas de acabamento. Porém, existem itens que podem – e vão – te causar muitos problemas se não previstos antes:

  • Toda a estrutura elétrica;
  • Estado da hidráulica;
  • Status estrutural do local.

Peça apoio e avaliação técnica do imóvel – normalmente corretores trabalham com especialistas. Assim, você pode garantir que a condição do local é boa e faz valer a compra.

2 – Avalie e garanta a documentação

O segundo ponto que mais deve ser atendido, é a documentação. Esse também é um dos principais fatores que podem atrasar a compra da propriedade.

Memorial descritivo, registro do histórico do imóvel (para saber se está quitado), também são fundamentais para garantir que o local está devidamente apto à venda.

3 – Conheça o local

O imóvel usado ou não, é um investimento de longo prazo. Portanto, avaliar o local em que ele está construído, também precisa ser avaliado com muita cautela:

  • Converse com vizinhos, conheça os aspectos do bairro – especialmente no quesito tranquilidade e segurança;
  • Observe quais são as facilidades próximas – mercado, comércio em geral, acesso, hospitais, escolas e etc.
  • Em caso de apartamentos, essa conversa pode ajudar a identificar problemas como barulho e outras adversidades condominiais.

4 – Busque histórico da propriedade

Puxar a certidão negativa de tributos, onde você pode verificar se a propriedades não tem débitos municipais – como o IPTU. Além disso, nesse documento, pode-se avaliar se a área construída é a mesma informada ao governo.

Portanto, a resposta para o questionamento se vale a pena ou não comprar um imóvel usado, a resposta é clara né? Claro que sim! Tendo todos os itens em dia e garantido, é um negócio muito atrativo.

A Cardinali conta com diversos imóveis e casas em São Carlos e Araraquara. Acesse nosso site e conte com nossos corretores de plantão.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *